sábado, 26 de setembro de 2020

FUTURO – Fonte fotovoltaica é estratégica na recuperação econômica no pós-pandemia, com imenso potencial de geração de empregos, renda e atração de novos investimentos ao país.

(Via Uol).

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR, o Brasil acaba de ultrapassar a marca de 300 mil conexões de geração distribuída solar fotovoltaica. Desde 2012, a geração distribuída da fonte solar já representa 3,6 gigawatts de potência instalada operacional, tendo sido responsável pela atração de mais de R$ 18,2 bilhões em novos investimentos ao País e gerando mais de 108 mil empregos acumulados no período, espalhados pelas cinco regiões nacionais.

Em número de sistemas instalados, os consumidores residenciais estão no topo da lista, representando 72,5% do total. Em seguida, aparecem as empresas dos setores de comércio e serviços (17,7%), consumidores rurais (6,8%), indústrias (2,6%), poder público (0,4%) e outros tipos, como serviços públicos (0,03%) e iluminação pública (0,01%).

Em potência instalada, os consumidores dos setores de comércio e serviços lideram o uso da energia solar fotovoltaica, com 39,1% da potência instalada no País, seguidos de perto por consumidores residenciais (38,0%), consumidores rurais (12,7%), indústrias (8,8%), poder público (1,2%) e outros tipos, como serviços públicos (0,1%) e iluminação pública (0,02%).

Os mais de 300 mil sistemas conectados à rede proporcionam economia financeira e sustentabilidade ambiental a 374,4 mil unidades consumidoras. Agora, a tecnologia solar fotovoltaica já está presente em mais de 5 mil municípios e em todos os estados brasileiros. Os 5 maiores em potência instalada são: Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná e Mato Grosso.

Levantamento histórico feito pela ABSOLAR mostra que, nos últimos doze meses, foram adicionados cerca de 162 mil novos sistemas de geração distribuída da fonte solar no Brasil, crescimento de mais de 130% no período.

Embora tenha avançado nos últimos anos, o Brasil – detentor de um dos melhores recursos solares do planeta – continua com um mercado ainda muito pequeno em geração distribuída, já que possui mais de 84,4 milhões de consumidores de energia elétrica e apenas 0,4% faz uso do sol para produzir eletricidade.

“A energia solar terá função cada vez mais estratégica para o atingimento das metas de desenvolvimento econômico do País, sobretudo neste momento, para ajudar na recuperação da economia após a pandemia, já que se trata da fonte renovável que mais gera empregos no mundo”, aponta a vice-presidente de geração distribuída da ABSOLAR, Bárbara Rubim.

“Em 2015 e 2016, o PIB do Brasil caiu mais de -3,5% por ano, mas o setor solar fotovoltaico cresceu mais de 100% no mesmo período. Com isso, o setor ajudou o País a sair mais rápido daquela crise econômica. Agora, a fonte solar fotovoltaica irá alavancar a recuperação do Brasil mais uma vez. A solar é parte da solução, tanto para a nossa sociedade, quanto para o meio ambiente”, comenta o presidente executivo da ABSOLAR, Rodrigo Sauaia.

ABSOLAR

Fundada em 2013, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR congrega empresas e profissionais de toda a cadeia produtiva do setor solar fotovoltaico com atuação no Brasil, tanto nas áreas de geração distribuída quanto de geração centralizada. A ABSOLAR coordena, representa e defende o desenvolvimento do setor e do mercado de energia solar fotovoltaica no Brasil, promovendo e divulgando a utilização desta energia limpa, renovável e sustentável no País e representando o setor fotovoltaico brasileiro internacionalmente.

>>FONTE: Via Assessoria de Comunicação e Imprensa / Thiago Nassa.

sábado, 26 de setembro de 2020

(Via PGE/PE).

O procurador-geral do Estado de Pernambuco, Ernani Medicis, foi eleito presidente do Fórum Permanente dos Procuradores-Gerais dos Estados do Nordeste. O procurador-geral do Estado da Paraíba, Fábio Medeiros, será o secretário-geral.

O fórum é um espaço de debate permanente sobre temas jurídicos e judiciais de interesse comum aos estados da região e de deliberação de medidas para atuação conjunta das instituições. Foi instituído em 2016 durante reunião realizada no Recife e teve como primeiro presidente o procurador-geral do Estado da Bahia, Paulo Moreno. Desde 2018, o colegiado era presidido pelo procurador-geral do Estado do Ceará, Juvêncio Vasconcelos Viana.

“O Fórum tem atuação permanente e, com isso, vem realizando um trabalho importante no alinhamento da atuação dos Estados nordestinos nas causas de interesse comum e propiciando uma atuação unificada, com respostas mais rápidas e efetivas. Recebo com muita satisfação a missão de presidir o colegiado”, afirmou Ernani Medicis. 

Um exemplo dessa integração foi a atuação conjunta dos Estados no Supremo Tribunal Federal (STF) que conseguiu suspender os cortes feitos pelo governo federal nos benefícios do programa Bolsa Família a famílias nordestinas desde o início do ano. “Uma coisa é um Estado entrar separadamente com uma ação ou vários apresentarem suas ações próprias sobre determinado assunto. Outra é uma petição conjunta, com a assinatura de vários procuradores-gerais, onde todos contribuem com sua expertise para a argumentação e atuam no processo”, reforçou. 

O fórum permite ainda a troca de experiências exitosas realizadas nas PGEs e realiza a interlocução com o Colégio Nacional dos Procuradores-Gerais do Estado e do Distrito Federal (Conpeg) quando as demandas regionais alcançam potencial de amplitude nacional.

Na reunião desta quinta-feira, foi discutido ainda o julgamento, marcado para amanhã no Plenário Virtual do STF, da Ação de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 188, proposta pelos nove Estados nordestinos em 2009 e que questiona os critérios de distribuição dos recursos arrecadados a título de salário-educação entre os estados e municípios. 

>>FONTE: Via Assessoria de Comunicação e Imprensa – PGE/PE.

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

CONTRIBUIÇÃO – Às atividades físicas são aliadas importantes no combate à depressão e outras doenças.

(Reprodução internet).

O mês de setembro, entre outras datas, marca o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A campanha busca desmistificar a ideia de que não se pode falar da temática, o que se tem é a necessidade de se falar com responsabilidade sobre o tema. Segundo a Órgão Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está entre os primeiros colocados no número dos casos de ansiedade e depressão no mundo, sendo que estas estão entre as doenças mais incapacitantes.   

E como a prática de atividade física pode ajudar as pessoas no combate à depressão? O especialista em atenção básica e saúde da família e professor do curso de Educação Física da Faculdade UNINASSAU Caruaru, Diego Lima, explica que estudos realizados em todo o mundo têm mostrado que pessoas ativas fisicamente sofrem menos com problemas de saúde mental.  

“Principalmente quando expostas a atividades de intensidade leve a moderada. A própria OMS indica a prática de atividade física para pacientes com ansiedade e depressão”, afirma o profissional.   

Ainda segundo Diego, como no Brasil cabe, legalmente, ao Profissional de Educação Física prescrever a prática de exercício bem como participar da formulação de políticas e projetos que busquem diminuir a inatividade física da população. “Fica evidente a importância desses profissionais no cuidado para a saúde mental, seja em ações multiprofissionais e no cuidado de pessoas com sofrimento mental”, explica.  

“Por isso, desde a formação, buscar conhecimento sobre como atuar com pessoas com ansiedade, depressão, doença de Alzheimer entre outras afecções neuropsiquiátricas ou psicológicas é fundamental”, conclui o profissional e docente.

>>FONTE: Via Assessoria de Imprensa / Willyberg Braga.

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

(Via Assessoria).

A Universidade de Pernambuco (UPE) fechou um acordo de cooperação técnica e intercâmbio científico com a COMEIA, empresa de soluções tecnológicas localizada no município de Caruaru, no Agreste do estado. O acordo tem como objetivo o desenvolvimento de um projeto que visa a melhoria da qualidade dos processos e gestão de dívida técnica nos projetos de software da empresa.

O projeto está em desenvolvimento no REACT Labs, laboratório de pesquisa e inovação do IIT-UPE, coordenado pelo professor, Wylliams Santos. A iniciativa conta com a participação de alunos de graduação da UPE campus Caruaru e do mestrado (PPGEC), ambos colaboradores da empresa COMEIA.

“Além de incentivar a pesquisa e inovação na região, a parceria entre a empresa COMEIA e UPE promove o crescimento tecnológico do ecossistema, consolidando a cidade de Caruaru e região como um polo de tecnologia do estado”,  explica o professor do campus da UPE em Caruaru e membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Computação (PPGEC), Wylliams Santos.

>>FONTE: Via Assessoria de Comunicação e Imprensa – UPE.

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

OBJETIVO – Medida é desdobramento de recomendações expedidas à Casa Civil da Presidência da República e aos ministérios da Infraestrutura e Desenvolvimento Regional para garantir o cumprimento de critérios técnicos.

O Ministério Público Federal – MPF requisitou informações complementares aos ministérios da Infraestrutura (MI) e do Desenvolvimento Regional (MDR) sobre os critérios adotados na nomeação para cargos no Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) e no Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs). A medida é desdobramento de recomendações expedidas, em maio, a esses ministérios e à Casa Civil da Presidência da República para garantir o cumprimento dos requisitos técnicos estabelecidos no Decreto 9727/ 2019, do governo federal. O encaminhamento das requisições ao MI e ao MDR foi feito pela coordenadora da Câmara de Combate à Corrupção do MPF (5CCR), Maria Iraneide Facchini. A autora dos documentos é a procuradora da República em Pernambuco Silvia Regina Pontes Lopes.

A solicitação de informações complementares foi motivada por respostas sem documentos comprobatórios dos órgãos aos quais as recomendações foram direcionadas. Nos ofícios remetidos aos ministérios, o MPF requisitou que, em 15 dias a contar da notificação, sejam encaminhadas ao órgão cópias integrais dos documentos comprobatórios das razões da nomeação, a qualificação técnica para ocupação do cargo, o preenchimento dos requisitos previstos no Decreto 9.727/2019, inclusive no tocante à idoneidade moral e reputação ilibada, bem como a comprovação da realização de pesquisas por parte da autoridade nomeante.

Ao MDR foram requisitados ainda esclarecimentos sobre a informação prestada de que, para a nomeação do atual diretor-geral do Dnocs, a consulta em relação à reputação ilibada, idoneidade moral e causas de inelegibilidade do nomeado teria sido feita pela Casa Civil da Presidência da República. O MPF argumenta que a verificação quanto ao atendimento dos critérios específicos para ocupação do cargo de diretor-geral do Dnocs compete ao ministério ao qual se encontra vinculado o referido cargo, ou seja, ao MDR.

O MPF fez ainda nova recomendação às secretarias desses órgãos, para que deem integral publicidade, também no prazo de 15 dias, em seus respectivos sítios eletrônicos de transparência, a todos os documentos comprobatórios da adequação e cumprimento dos critérios do Decreto 9.727/2019 em relação às nomeações realizadas para os cargos de diretores-gerais, superintendentes regionais e coordenadores estaduais das autarquias federais Dnit e Dnocs.

Operação Outline O Decreto 9.727/ 2019, do governo federal estabelece regras para o preenchimento de cargos em comissão do Grupo Direção e Assessoramento Superiores (DAS) e das Funções Comissionadas do Poder Executivo (FCPE) na administração direta, nas autarquias e fundações. Apurações do MPF, no âmbito da Operação Outline, apontaram indícios de que pessoas investigadas por irregularidades na execução e fiscalização de obras na BR-101 em Pernambuco teriam influenciado indicações de diretores e outros gestores do Dnit e do Dnocs, em diferentes anos.

Iniciada no ano passado e com a segunda etapa deflagrada em maio de 2020, a operação conta com atuação conjunta de MPF, Polícia Federal (PF), Tribunal de Contas da União (TCU) e Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE/PE). De acordo com relatório do TCU, há indícios de possível desvio de parte dos recursos da obra, envolvendo a suposta prática dos crimes de peculato, corrupção ativa e passiva, associação criminosa e lavagem de dinheiro.

No cumprimento dos mandados de busca e apreensão pela PF, o diretor-geral de uma das autarquias estava presente na residência de um dos investigados. Foi identificado ainda parentesco entre esse diretor-geral e o superintendente regional de uma das autarquias, o que, para o MPF, evidencia vínculo de parentesco na estrutura de subordinação e hierarquia da autarquia federal. (Íntegra das recomendações 04/2020 e 05/2020).

>>FONTE: Via Assessoria de Comunicação e Imprensa – MPF/PE.

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

(Via NE10).

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco – TRE/PE realiza, nesta sexta-feira (25), às 10h, uma entrevista coletiva sobre a campanha eleitoral que, de acordo com a legislação, começa no próximo domingo (27). Participarão da entrevista o presidente e o vice-presidente do Tribunal, desembargadores Frederico Neves e Carlos Moraes. Além deles, estarão presentes os três juízes da Propaganda Eleitoral no Recife – José Júnior Florentino, Virgínia Gondim e Nildo Nery Júnior –  e o diretor-geral do TRE, Orson Lemos.

A entrevista acontecerá no Pleno do TRE-PE. Todo o ambiente será controlado para evitar risco de contágio pelo novo Coronavírus. Só entrará no auditório quem estiver de máscara. As poltronas estarão marcadas para manter o distanciamento. Haverá álcool em gel à disposição e os microfones serão devidamente higienizados. A entrevista também será transmitida pelo canal do TRE no YouTube, no link abaixo:

https://www.youtube.com/c/TribunalRegionalEleitoraldePernambuco/featured.

>>FONTE: Via Assessoria de Imprensa / Saulo Moreira.

quinta-feira, 24 de setembro de 2020

A Associação Municipalista de Pernambuco – Amupe e a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo – Apoinme realizam, nesta quinta-feira (24), às 11h, na sede da Amupe, a assinatura de um termo de cooperação e o lançamento da campanha “Se Cuida, Parente!” que tem por objetivo sensibilizar a população sobre a atual situação das comunidades indígenas durante a pandemia da covid-19 e arrecadar Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), testes para coronavírus e produtos de higienes para os territórios com maior incidência de casos em Pernambuco.

A campanha visa também conscientizar os povos a seguirem as recomendações das organizações sanitárias no tocante prevenção à covid-19. Na oportunidade, a Amupe dará o pontapé inicial da campanha, com o fornecimento de 40 mil máscaras reutilizáveis para os territórios. Além de já vir trabalhando ao lado da Apoinme na disponibilização de 160 testes RT-PCR e 300 litros de higienizantes para as comunidades, em parceria com o Lacen/PE e com a UFPE. 

O termo “parente” é muito utilizado como um elo entre os diferentes povos indígenas, todos são parentes. A iniciativa conta com a parceria do Sebrae, do Governo do Estado, através da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), conta com apoio financeiro da União Europeia e com o apoio institucional do Distrito Sanitário Especial Indígena de Pernambuco (DSEI/PE).

Os interessados em ser parceiros nesta campanha pode contactar a Amupe através Coordenadora Técnica Ana Nery dos Santos – Celular (81) 9-9842-0023.

>>FONTE: Via Assessoria de Comunicação e Imprensa / Eunice Couto.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

OBJETIVO – O edital é destinado ao cadastro de reserva de profissionais para seis funções.

(Via Assessoria).

O Hospital Mestre Vitalino está com edital aberto para formação de cadastro de reserva e possível contratação de pessoas com deficiência (PCD). Os interessados devem enviar currículo pelo e-mail (rh.hmv@hospitalmestrevitalino.com.br), para as funções de auxiliar administrativo, auxiliar de farmácia, auxiliar de cozinha, camareiro, maqueiro e porteiro. 

No assunto deve constar o nome completo do candidato e a função pleiteada, além do anexo com laudo médico validado, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência de que é acometido, com expressa referência ao Código correspondente da Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da deficiência. O edital com todas as informações sobre o processo está disponível no site institucional (Edital 2020 – 21). 

O processo seletivo é composto pelas etapas de análise curricular, prova escrita e entrevista, todas de natureza classificatória e eliminatória. O resultado final é divulgado no site (www.hospitalmestrevitalino.com.br). Os candidatos aprovados serão convocados quando tiver vaga disponível, de acordo com a necessidade da unidade. A contratação será sob o regime da CLT. A seleção tem validade de (06) meses podendo ser prorrogada por igual período.

>>FONTE: Via Assessoria de Imprensa / Camila Juliette.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

ESCOLHA – Candidatos de todo o país poderão participar da seleção para diversas áreas de uma das maiores empresas de Educação Superior do país.

Com o objetivo de revelar, formar e desenvolver futuros profissionais para o setor de educação, a Yduqs, uma das maiores organizações de ensino superior no país, que abrange 15 instituições de ensino, entre elas o Centro Universitário UniFavip, abriu inscrições para seu Programa Trainee 2021.

O perfil dos candidatos é de pessoas inquietas e sempre em busca de desafios, e que queiram produzir impacto positivo na sociedade por meio de uma educação transformadora. Os profissionais selecionados irão trabalhar em uma das áreas da própria Yduqs, em projetos ligados ao ensino nas modalidades presencial, digital e em áreas de suporte à atividade. 

A etapa de inscrição vai até o dia 30 de setembro e os interessados deverão fazer seus cadastros no link:  https://traineeyduqs.gupy.io. Poderão concorrer a uma das vagas profissionais que concluíram o ensino superior de dezembro/2018 a dezembro/2020, nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Engenharias, Economia, Estatística, Letras, Ciências da Computação, Engenharias, Direito, Ciências Contábeis, Marketing, Publicidade e Propaganda, Matemática, Economia, Pedagogia e Psicologia. Após a contratação, os trainees poderão ser posicionados em cargos de liderança, especialistas e analistas nas áreas que foram previamente selecionados.      

O programa terá duração de um ano e os selecionados serão acompanhados pela alta liderança da empresa nas áreas de Vendas e Marketing, Finanças, Conteúdos Digitais, Gente & Gestão, Ensino, Operações Digitais, Relações Governamentais e Comunicação e Transformação Digital. Eles também poderão ganhar bolsas de estudo para MBA, além de um salário compatível com o mercado, plano de saúde e odontológico, entre outros benefícios.

O processo seletivo terá várias etapas, como triagem e testes, dinâmicas, painel com executivo, proposta profissional e, por fim, o mais esperado momento: a admissão. A partir dessa etapa, esse jovem profissional terá a oportunidade de trabalhar em novas soluções para ampliar a qualidade e a abrangência do ensino superior no país.    

“Durante o ano do programa, os participantes passam por etapas de treinamento, integração, job rotation, e terão a oportunidade de tocar um projeto de alta relevância e impacto para nossa organização e nossos alunos. Além disso, o profissional, em razão desses projetos, terá contato com os principais líderes da nossa empresa, o que contribuirá com o crescimento profissional de suas competências. Por isso, buscamos os melhores talentos do mercado, que sejam protagonistas de sua carreira, com espírito empreendedor, curiosos e ambiciosos para promover as mudanças necessárias, que estejam dispostos a construir, junto com essa equipe, os próximos estágios da educação superior no Brasil”, comenta Larissa Colombo uma das responsáveis pelo setor de Atração e Seleção da companhia. 

Segundo ela, os trainees têm grandes chances de serem aproveitados internamente após o término do programa.   

Renata Mendonça, gerente de Desenvolvimento Organizacional da Yduqs, destaca a importância do programa. “Nossa companhia tem uma combinação de solidez e segurança, mas está sempre inovando e elaborando produtos e ações diferenciadas todos os dias e em todo o Brasil. Estamos crescendo, diversificando nossa atuação e queremos fazer coisas inéditas no mercado de educação, o que transforma esse programa em uma oportunidade única de desenvolvimento profissional”.

>>FONTE: Via Assessoria de Imprensa / André Ráguine.

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

NORMALIDADE – Todos os procedimentos de substituição de órgãos já estão sendo realizados normalmente.

(Via Assessoria).

As unidades transplantadoras de córnea voltaram a funcionar normalmente em Pernambuco, após a autorização do Ministério da Saúde – MS para a realização dos procedimentos que não são considerados de urgência. Os serviços fizeram as devidas adaptações para seguir as medidas de higiene e segurança contra o novo coronavírus. A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) também tem garantido os testes da Covid-19 no pré-operatório de todos os pacientes aptos a fazer o transplante, além da testagem dos doadores,em todos os outros programas, que também estão funcionando. Atualmente, há 131 pessoas em fila de espera por uma córnea no Estado. 

“A Central de Transplantes continuou trabalhando normalmente durante toda a pandemia para garantir todos os procedimentos de urgência, não apenas os de córnea, mas em todos os outros programas, como o de rim, que também teve uma paralisação momentânea. Nesses últimos seis meses, estivemos discutindo com diversos entes as medidas necessárias para garantir a segurança de todos os envolvidos nesse processo e realizando capacitações para estarmos ainda mais preparados para ofertar um serviço de qualidade aos nossos usuários”, afirma a coordenadora da Central de Transplantes de Pernambuco (CT-PE), Noemy Gomes.

A maior parte dos procedimentos de córnea, que dura em média 1 hora, é feito com anestesia local e de forma ambulatorial, ou seja, o paciente  é estabilizado e liberado no mesmo dia. Neste ano, entre janeiro e agosto, foram realizados 208 transplantes de córnea. O quantitativo é 58% menor do que 2019, quando foram feitos 500. “Os serviços já estão entrando em contato com os pacientes para atualizar os cadastros e exames. Friso que todos foram orientados a seguir as medidas necessárias para garantir a saúde dos profissionais envolvidos e pacientes, visando o sucesso do transplante”, destaca Noemy.

(Via Assessoria).

RETOMADA Os transplantes de coração, fígado e medula óssea continuaram sendo realizados durante a pandemia. A parada nos procedimentos de rim, uma decisão conjunta das unidades transplantadoras e do Estado, foi possível já que os pacientes têm um tratamento substitutivo: a hemodiálise. Mesmo assim, ficou acordado que casos graves teriam o transplante realizado, contudo, não houve nenhuma solicitação.

DADOS Entre janeiro e agosto, foram realizados 511 transplantes em Pernambuco. Foram 208 de córnea (500 em 2019 || diminuição de 58%), 129 de medula óssea (165 em 2019 || – 22%), 101 de rim (255 em 2019 ||- 60%), 47 de fígado (106 em 2019 (- 56%), 14 de coração (35 em 2019 || – 60%)e 1 de rim/pâncreas (6 em 2019 || – 83%), além de 11 de válvula cardíaca (15 em 2019 || – 27%).

Já a fila de espera conta com mais de 1,4 mil pacientes, sendo 1.160 aguardando um rim, 131 córnea, 130 fígado, 39 medula óssea, 16 rim/pâncreas e 13 coração.

ATUALIZAÇÃO Começa nesta quarta-feira (23) o Encontro Nordeste Transplantes 2020, iniciativa dos 9 Estados da região para debater o tema. O evento, que segue até a quinta (24.09), será on-line e ocorre entre as 18h e 22h em ambos os dias. Os profissionais de saúde e estudantes interessados precisam fazer a inscrição pelo www.eventoweb.me/abto.

Entre os temas abordados, a situação do programa de transplantes brasileiro e as expectativas e o impacto da pandemia da Covid-19 na área. As palestras serão feitas por representantes do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) e de programas de transplantes de Estados como Ceará, Bahia, Rio Grande do Norte e Pernambuco.

>>FONTE: Via Assessoria de Comunicação e Imprensa – SES/PE.