segunda-feira, 04 de janeiro de 2021


(Via Jucelino Luiz).

Empossados oficialmente, na última sexta-feira (1º), na Câmara Municipal de Vereadores de Bezerros, no Agreste pernambucano, os vereadores Carlos Eduardo, Antônio Amorim, Edvaldo Correia, Valmir Neto, Evandro Silva, Antônio Hermínio e Luis Cabral apresentaram, em conjunto, nesta segunda-feira (04), um projeto de lei que estabelece a continuidade dos trabalhos na Casa Legislativa José Francisco de Oliveira, ao invés do recesso parlamentar que anualmente ocorre neste período. 

O projeto tem como objetivo não interromper o andamento de projetos, proposituras e requerimentos da Câmara Municipal durante o estado de calamidade pública causado pela pandemia do novo Coronavírus. Sete dos 15 parlamentares assinaram o projeto de lei. Que precisa ser discutido e aprovado numa sessão extraordinária do parlamento bezerrense.

“Esse projeto de suspensão do recesso parlamentar, em caso de Calamidade Pública, é de fundamental importância visto que o Poder Legislativo não pode estar de ‘braços cruzados’ enquanto a população, junto ao poder executivo, trava uma batalha contra essa pandemia do COVID-19”, destacou o vereador Carlos Eduardo.

A ação conjunta é uma ementa à Lei Orgânica Municipal e altera o dispositivo do Regimento Interno da Câmara Municipal de Vereadores. Caso o projeto seja aprovado pelo Plenário, as reuniões ordinárias serão realizadas semanalmente, sempre nas segundas-feiras, a partir das 19h. Em períodos de feriados, a sessão será transferida para o dia útil seguinte. 

Assinaram o projeto de lei os vereadores Carlos Eduardo, Antônio Amorim, Edvaldo Correia, Valmir Neto, Evandro Silva, Antônio Hermínio e Luis Cabral.

(Via Aplicativo WhatsApp).

>>DA REDAÇÃO.